Cultura

cultura

CULTURA

CAMÕES - INSTITUTO DA COOPERAÇÃO E DA LÍNGUA

O Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, é um instituto público sob a tutela do Ministério dos Negócios Estrageiros, que tem por missão propor e executar a política de cooperação portuguesa e coordenar as atividades de cooperação desenvolvidas por outras entidades públicas que participem na execução daquela política e ainda propor e executar a política de ensino e divulgação da língua e cultura portuguesas no estrangeiro, assegurar a presença de leitores de português nas universidades estrangeiras e gerir a rede de ensino de português no estrangeiro a nível básico e secundário.


CENTRO CULTURAL PORTUGUÊS EM PARIS - INSTITUTO CAMÕES

Este Centro foi criado em 1995 por despacho conjunto dos Ministros dos Negócios Estrangeiros e das Finanças. As suas atividades articulam-se em torno de dois eixos de intervenção: ensino do Português Língua Estrangeira e Língua de Comunicação Internacional e atividades de Promoção da Cultura Portuguesa em França.
O Centro organiza e apoia uma programação regular quer nas suas instalações, quer em colaboração com outros parceiros, como Bibliotecas, Cinemas, Teatros, Editoras, Universidades, ou outras instituições francesas ou da nossa Comunidade. Os assuntos tratados cobrem domínios diversos da atualidade portuguesa: literatura, ciências sociais, história, economia, arquitetura, teatro, dança, artes plásticas, fotografia. Personalidades portuguesas e francesas são convidadas para conferências, mesas redondas, debates, sobre estes assuntos.
Também é dada atenção à edição de autores portugueses em França, convidando esses autores para a apresentação de livros, com leitura e diálogo com os leitores.
Uma área em desenvolvimento é a Lusofonia, através da colaboração com Embaixadas de países lusófonos em Paris.
Existe, no edifício do centro, uma sala de exposições que permite a divulgação de artistas portugueses, ou de franceses que tratem temas portugueses, no campo das artes plásticas e fotografia.

Endereço: 26, rue Raffet - 75016 Paris
Tel.: + 33 1 53 92 01 00
Fax: +33 1 45 24 64 78
Correio eletrónico:  CCP-PARIS@camoes.mne.pt

Mais informação aqui.


FONDATION CALOUSTE GULBENKIAN, PARIS

A Fundação Calouste Gulbenkian é uma instituição portuguesa de direito privado e utilidade pública, cujos fins estatutários são a Arte, a Beneficência, a Ciência e a Educação.

Delegação em França
39, bd de La Tour Maubourg
75007 Paris

Telf: 0033 1 5323 9393
Fax: 0033 1 5323 9399
E-mail: calouste@gulbenkian-paris.org

Casa de Portugal em Paris

A Residência André de Gouveia, mais conhecida pela Casa de Portugal da Cité Internationale Universitaire de Paris, abre as suas portas para acolher estudantes, artistas, atletas de alto nível e investigadores portugueses.

http://www.gulbenkian-paris.org/maison_du_portugal


EXPOSIÇÕES ITINERANTES

O Consulado tem disponíveis exposições sobre temas relacionados com Portugal, que poderão ser cedidas gratuitamente às associações:

  • A Arte do Azulejo em Portugal
    Exposição realizada pelo Instituto Camões, composta por uma coleção de 21 cartazes plastificados, com dimensões de 100 x 70 cm, que traçam a história do azulejo em Portugal, desde a sua origem até aos nossos dias.
    O texto dos cartazes é em língua portuguesa.
  • Descobrimento do Brasil
    Exposição realizada pela Comissão Nacional para as comemorações dos Descobrimentos Portugueses, composta por uma coleção de 23 cartazes plastificados, com dimensões de 100 x 70 cm, que reproduzem documentos e quadros alusivos ao descobrimento do Brasil.
    O texto dos cartazes é em língua francesa.
  • Palavras da Terra
    Exposição realizada pelo Instituto Português do Livro e das Bibliotecas, com fotografias de Nuno Calvet, composta por uma coleção de 25 cartazes plastificados, com dimensões de 100 x 70 cm. Trata-se de um roteiro literário pelas terras e gentes de Portugal, sendo que cada um dos painéis expostos recolhe excertos de livros de escritores em cujas obras são feitas referências a lugares e pessoas. Muito dos autores nacionais escreveram sobre Portugal e recriaram na sua obra uma geografia literária colorida e variada. São esses contrastes que a exposição pretende relevar, por imagens e por palavras. Contrastes tão diversos como o Norte e o Sul, as terras altas e as terras baixas, o litoral e o interior, ou seja o retrato de Portugal que cada autor deixou: bucólico, sarcástico, nostálgico ou visionário.
    O texto dos cartazes é obviamente em língua portuguesa.
  • Camões
    Exposição realizada pela Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, composta por uma coleção de 38 cartazes plastificados, com dimensões de 100 x 70 cm. Esta exposição procura abordar alguns dos aspetos mais importantes da vida e da obra de Camões. O texto dos cartazes é em língua portuguesa.
  • Eça de Queiroz
    Exposição realizada pelo Instituto Camões composta por uma coleção de 22 cartazes plastificados com dimensões de 100 x 70 cm, que apresenta os marcos biográficos e literários de Eça de Queiroz.
    O texto dos cartazes é em língua portuguesa.
  • Abrir Abril - O chegar da Liberdade
    Exposição realizada pelo Instituto Camões e pela Direcção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas, composta por uma coleção de 18 cartazes plastificados  com dimensões de 100 x 70 cm, sobre o 25 de Abril.
    O texto dos cartazes é em língua portuguesa.
  • Letras e cores, ideias e autores da República
    A partir de textos de autores que marcaram decisivamente a cultura humanístico-literária em Portugal no final do século XIX e início do século XX, dez ilustradores foram convidados a tratar plasticamente dez temas representativos do contexto social, político, cívico e cultural da época: Ultimatum, Monarquia, 5 de Outubro, Igreja, Educação, Mulheres, Modernismo, Grande Guerra, Chiado e Revistas. O resultado mostra de que forma literatura e arte, passado e presente, se podem cruzar de forma coerente e harmoniosa, dando corpo a um percurso fulcral da história portuguesa contemporânea: o triunfo da ideia republicana de cidadania, a instauração do regime, a participação de Portugal na I Grande Guerra e a vida política, social, cultural e artística deste período.
    A exposição é composta por uma coleção de 11 cartazes com dimensões de 98 x 68 cm.
    O texto dos cartazes é em língua portuguesa.
  • História do Fado
    Exposição sobre o FADO, declarado pela UNESCO património imaterial da Humanidade, com texto em português e francês e imagens que permitem criar uma narrativa histórica sobre esta expressão artística
    A exposição é composta por uma coleção de 20 cartazes com dimensões de 100 x 70 cm.

2016 © Consulado Geral de Portugal em Paris
Site desenvolvido por Luis Bernardo